«No mundo, há gente notável!»

27/11/10

O DIA A DIA DOS DELEGADOS DA HUMANITARIUS

A alvorada, começa logo bem cedo. Às 6 horas da manhã, já tudo está praticamente a postos, para iniciar a “jornada”. As actividades da equipa, iniciam-se geralmente ás 7 horas da manhã, a esta hora, já as crianças começaram o “mata-Bicho”, depois começam as tarefas. Mas, o dia a dia da equipa, compôe-se de outros afazeres. As compras para a casa onde está hospedada, orientar e programar as refeições, partilha de tarefas várias. A equipa, deixa logo pela manhã tudo orientado, antes de se fazer á estrada. O dia não inicia sem um banho de mar, que pouco ou nada refresca, visto que a água do mar tem uma temperatura de aproximadamente 28, 29 graus. Segue-se o pequeno almoço em grupo, e lá vão eles, prontos a enfrentar, o calor e as suas actividades. Hoje aqui...amanhã ali! Pela hora de almoço, ainda á tempo para um duche, produzir a refeição, que sempre é partilhada por todos. De tarde, voltam as tarefas de missão. Ao fim do dia, (18h), enquanto uns preparam a refeição, outros correm para o primeiro portátil, que possa aceder á Net, e enviar mensagens aos familiares e amigos. Outros optam pelo telefone, porque a “saudade” aperta e escutar as vozes do outro lado da linha, ajuda muito. Ao fim de semana, a equipa partilha de uma saída exterior, para nos poucos tempos disponiveis, conhecer a cidade, as praias, as tradições e costumes deste povo de Cabo Delgado. Não demora muito, que vencidos pelo calor, e por um ritmo de trabalho intenso, procurem dormitar nem queseja uns minutos, até que chega a hora de regressar ao trabalho. Depois, o necessário “Briefing” de programação do dia seguinte e o descanso nocturno. Curiosamente, toda a equipa se tem mostrado segura e confiante, até no equilibrio das relações entre si, o bom censo e trato, faz parte do espirito de equipa desejado.

CONTACTOS COM MUITA EMOÇÃO...

Tem sido sempre assim!
Não há dia, em que a emoção do "contacto" com as crianças e suas comunidades, não seja carregado de emotivos afectos.
Nas escolinhas, na qual a Humanitarius, vai fazer incidir suas acções principais, a garotada, tem proporcionado, momentos maravilhosos, no contacto com os Portugueses em serviço da ONG Algarvia, Humanitarius.
Acções de animação diversificada, actividades ligadas á criança, assim como projecção de filmes infantis, preenchem a programação de Carlos Simões e João Almeida, nas escolinhas da paróquia de Pemba, a par das actividades proporcionadas, por Rita Cristo e Vanda Catita, aqui, já numa outra vertente, talvez mais técnica.
O toque...os afectos demonstrados pelas crianças de tenra idade, a curiosidade sobre as coisas novas, trazidas pelos técnicos da organização, ilustram agrande "carga" emotiva, ao sentir, as dificuldades de cada escolinha.
A nova semana, irá trazer, um contacto mais intenso, com as instituições, nomeadamente, a formação de auxiliares de educação, apoio, aconselhamento e tratamentos de cuidados de saúde primários, por Marco Castro, assim como encontros com as comunidades, paroquianas, que envolverão cerca de um milhar de pessoas.
A equipa, já visitou a aldeia SOS Criança, local onde desenvolverão também algumas das acções de formação, apoio infantil e saúde, entre outras actividades.
Os dias tornam-se curtos, para tantas solicitações, á Humanitarius, que são reveladoras, da grande necessidade em aproveitar ao máximo, as metodologias e capacitação dos técnicos em serviço de cooperação técnica em Moçambique.