«No mundo, há gente notável!»

11/10/10

HUMANITARIUS E IPAD, NA MESMA MESA.

A Humanitarius, vai fazer, como sempre o fez, a apresentação do relatório circunstanciado, onde será conhecida toda a programação de projectos activos, para desenvolver entre 2010/2011, onde Moçambique, estará no topo das prioridades, dado que os prazos de envio do contentor solidário, de 36 toneladas, está no seu limite.
A reunião entre a Humanitarius-Internacional e o Instituto Portugûes de Apoio ao Desenvolvimento, (IPAD) acontecerá na sua sede em Lisboa, (12.Out), neste orgão tutelado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. A reunião será presidida pela Vice-Presidente deste organismo, que tem a seu cargo a área geográfica de Moçambique, que conhecerá em detalhe todo o alinhamento de projectos, que passam por Moçambique, Guiné-Bissau e muito em breve Cabo Verde. Adiado, por motivos diversos, está o processo de cooperação com Timor.
Desta apresentação, serão abertos os novos projectos em curso, como o Saúde-Alerta, que integra o E.S.M.I. (Emergência na saúde Materno-Infantil), P.S.H. (Posto de saúde Humanitarius).
O balanço e retrospectiva do trabalho realizado, fará parte dos principais motivos desta reunião, mas sobretudo, a tónica residirá nos objectivos do milénio para o desenvolvimento, onde a Humanitarius, tem projectos de intervenção concretos e definidos.
Nos projectos de continuidade com a Guiné-Bissau, 2011, trará novas oportunidades de cooperação com o Cacheu, que terá como base, um apoio integrado do Município de Lagos. Já em Cabo Verde, pese embora ainda não esteja totalmente definida, a intervenção Humanitarius, será articulada entre o Município do Fundão e o Município do Tarrafal na Ilha de Santiago.
A Humanitarius, far-se-á representar, por João Almeida (Coordenador Geral) e Luis Carmo (Coordenador de projecto).

SOLIDARIEDADE, VINDA DO NORTE DE PORTUGAL, PARA O NORTE DE MOÇAMBIQUE, JÁ CHEGOU Á HUMANITARIUS

Uma Cadeira de Rodas, e várias malas de Primeiros Socorros, juntam-se ás 36 toneladas de meios de apoio de desenvolvimento social, para Pemba - Moçambique. A doação, graças á articulação entre alunos, funcionários e docentes, do (ESTSP), revela a solidariedade e boa vontade que chega do norte. O destinatário será a Paróquia Mª Auxiliadora de Pemba, mas tem um beneficiário, um jovem Moçambicano paraplégico, que a partir de agora, terá condições de mobilidade, aumentando assim a sua auto estima, e proporcionando-lhe uma melhor qualidade de vida. Conta quem sabe, que uma pessoa com deficiência em África, passa a viver na diferença, e na maior parte dos casos, totalmente discriminado. O deficiente, seja qual for o grau de deficiência, sobretudo nestes países, é definitivamente "Inválido". Cruel... mas real! Recorda-mos, esta acção, foi despoletada pela jovem Inês Mesquita, aluna da Escola Superior de Tecnologias de Saúde, que em Julho, esteve em missão voluntária juntamente com outros seus companheiros, integrada nos Leigos Boa Nova. Um dia, num almoço de missionários, falou-se no caso desse jovem. Inês, «ainda "iluminada" por essa visão romântica, de quem pela primeiravez, pisa solo africano», -ouviu atentamente toda a história desse rapaz. Contou para tal, com a disponibilidade e dinâmica da Drª Cristina Melo (Vice-Directora) e docente da escola, que não hesitou em colaborar. Mas, esta acção solidária não ficou por aqui, foram conseguidos ainda várias malas de primeiros socorros, para que sejam utilizadas ao serviço das escolinhas da Missão Católica de Pemba. A voluntária dos Leigos Boa Nova, partilhou este "sinal" com todos os seus companheiros de jornada em África, onde para o efeito Sérgio Cabral, coordenador da missão em Moçambique, lhe deu uma mãozinha nesta sua “nova missão”, embora que á distância, partilharam esta doação, juntamente com os profissionais da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto. Estas doações, chegarão através da Humanitarius, a Pemba, altura em que ao mesmo tempo, serão entregues milhares de outros meios e equipamentos para a saúde, educação e apoio social.