«No mundo, há gente notável!»

27/08/08

MANDATÁRIO PARA A GEMINAÇÃO JÁ É OFICIAL

O Autarca de Buba, (na foto) Loa NaTchare já tornou público e oficial, o seu mandatário em Portugal, para o processo de geminação Portimão-Buba. Até aqui, o processo tem sido alvo de avanços e recuos, por parte do Vice-Presidente da Camara de Portimão, Dr. Luis Carito, o que até se entende dado que esta edilidade atravessa um periodo de dificitário plano orçamental. O mandatário nomeado pelo autarca de Buba e reconhecido pelo Governo da Guiné-Bissau é, João Almeida coordenador humanitário e responsável pelo processo de ajuda ao desenvolvimento em Buba no projecto Saúde-Alerta.
O carinho e a confiança que a população de Buba, assim como justamente o seu autarca, depositaram na comitiva que os visitou recentemente, fizeram com que a "Bandeira" Portimonense, já faça parte dos seus projectos de cooperação.
João Almeida, agora mandatário oficial para o acompanhamento do processo de geminação entre estas duas cidades, vai a partir de agora contactar com a diplomacia Portuguesa e Guineense, afim de que estes possam reforçar e ajudar a consolidar o processo.
O primeiro passo, vai ser a marcação de uma reunião com o Sr. Embaixador Português em Bissau, assim como com o corpo consular da Guiné em Lisboa.
Até aqui, recorde-se, a geminação tem servido de pretexto para vários eventos culturais e sociais em Portimão, sem que uma rubrica exista no papel. Loa NaTchare, enviou um protocolo de intenções através do agora seu mandatário, que foi entregue em duas vias, ao Presidente da Camara de Portimão Dr. Manuel da Luz e também ao seu Vice-Presidente, Dr. Luis Carito.
A Comunicação Social na Guiné-Bissau e em Portugal têm questionado o andamento do processo, o seu mandatário vai apresentar um relatório detalhado em Conf. de Imprensa em meados de Outubro.

COOPERANTE S.A. DESPOLETOU AJUDA A BUBA

Jorge Baptista, cooperante activo do MEPT/Saude Alerta, deu o mote á campanha de angariação de material e equipamentos para a recuperação do Centro de Saúde de Buba, que o projecto "Agir para desenvolver", vai levar á Guiné em meados de Fevereiro de 2009, sob a denominação "Saude Alerta".
Já em Fevereiro deste ano, Jorge Baptista foi um dos 9 agentes de expedição, que foi á Guiné levar ajuda humanitária e foi ele justamente quem despoletou um contacto de facto muito válido. Conseguiu arranjar um donativo que ascende a muitas centenas de euros, em materiais de construção e acessórios de isolamento que totaliza aproximadamente as 40 toneladas. Num entanto, o doador ainda não assumiu sair do anonimato. Trata-se de um empresário colocado na sociedade Algarvia, que não hesitou em colaborar com o projecto que, para 2009 se desenhou.