«No mundo, há gente notável!»

01/02/09

JÁ SE CONTAM PELOS DEDOS...O QUE FALTA PARA A PARTIDA.

Uma viatura, três pessoas, sete dias e quatro mil e novecentos quilômetros.

A partida será dia 10 de Fevereiro.

Este ano a II Expedição Algarve-Guiné, faz-se de forma solitária, estrada fora, cruzando 6 países, até á Guiné-Bissau. Embora seja uma viagem com "bandeira" humanitária, não estão desacauteladas situações imprevistas, nesta rota "sensivél" do norte de áfrica. Embora o "trio" expedicionário, já conheça o roteiro, sabe que tem pela frente, a possibilidade de "surpresas" muitas vezes assustadoras. Mas, para as evitar, alterará a sua rota sempre que possivél. A viagem terrestre é sem dúvida uma viagem mais económica. Por outro lado, ostentando as cores nacionais, pretende-se chamar atenções para as causas abraçadas pela "Humanitarius" na ajuda publica ao desenvolvimento e apoio social á Guiné. Para alêm das belezas paisagisticas do deserto místico, as culturas, costumes e vivências, história e sua forma de acolhimento, são também motivos que nos ajudam, a interiorizar e preparar, para a missão que vão realizar na África da terra vermelha.

Na partida, os expedicionários vão de Portimão a Lagos, Lagoa e Albufeira, em curtas paragens de cortesia á municipalidade apoiante dos projectos, depois seguirá rumo a Tarifa (Espanha), atravessam o mediterraneo e estarão em Marrocos já no dia seguinte, tendo chegada prevista pelas 00h45m.

"VAI SER UMA ALEGRIA", CRIANÇAS ALENTEJANAS E ALGARVIAS, ENVIAM AMIZADE Á GUINÉ

Depois do Cercal do Alentejo, o agrupamento escolar do ensino básico nº 1 da Mexilhoeira Grande e da Figueira (Portimão), também se juntaram para reforçar o "Escola para todos". Mobilizaram-se, pais, professores e os alunos, conseguiram concretizar um elo de amizade com outras crianças da África quente, com muitos materiais escolares, roupas e muitas outras coisas. Uma carta, uma foto e muitas saudações de cá...para lá!

A ideia é genéricamente, reforçar a união entre crianças, sem considerar os 5 mil Km de distancia como impedimento e cor de pele como diferenças. Foi justamente com este espírito, que 180 meninos e meninas destas duas escolas, se envolveram neste seu projecto, no qual o "Escola para todos" incluíu. O projecto "Amizade Inter-Escolas", entregou um donativo, composto por cerca de 40 caixas com material escolar, roupas que se juntam agora a outros tantos materiais que rumam á Guiné-Bissau. De referir, que cada um destes projectos, será realizado numa ou mais escolas, onde se registará o momento sob a égide de cada um dos projectos.

Já antes, as escolas EB 1 do Cercal do Alentejo, tinham mobilizado as atenções, quando se prepuseram, criar o seu projecto com o espírito de compartilha. Professores e alunos, deram vida ao "Amigos e solidários (Novos amigos)" e assumiram com vigor, a possibilidade de apadrinhar uma escola tradicional, onde anualmente farão chegar os seus donativos. Para além dos muitos donativos, as crianças destas escolas, enviam também um dossier, com os jogos tradicionais infantis, que vai ser entregue em Bambadinca (Guiné-Bissau).
Um mapa mundo e um globo, são também ofertas destas escolas, para a aproximar a sua nova relação entre amigos.