«No mundo, há gente notável!»

08/02/10

PORTIMÃO: PARTIDA DA III EXPEDIÇÃO SOLIDÁRIA, ACONTECE DIA 22 MARÇO

O Munícipio de Portimão, confirmou hoje (08.Fev) a cerimónia de partida, da equipa Humanitária, que seguirá rumo á Guiné-Bissau, mais uma vez, com um significativo apoio á saúde, Educação e Acção social.

A "comitiva" expedicionária, faz-se representar com quatro elementos, da Associação algarvia, dois elementos da Ilha da Madeira, com projecto de apoio escolar autónomo, totalizando 4 viaturas. Com a Humanitarius, seguem, João Almeida (coordenador geral de projectos), Helena Duarte (Responsável operacional de Acção Social), Elisabeth Leal (Técnica de emergência/Fisioterapeuta) e Ana Lopes (Médica especialista em Diebetologia).A equipa da III Expedição Solidária Algarve-Guiné, seguirá pelo Sul de Espanha, Marrocos, Sahara Ocidental, Mauritãnia, Senegal e Guiné-Bissau. A viagem demorará 6 dias, da região algarvia até Pirada (Norte da Guiné). A cerimónia está marcada para 22 de Março ás 10h, no salão Nobre dos Paços do Concelho, onde para o efeito, estarão representados, vários convidados, entre Doadores, Voluntários, Patrocinadores e Apoiantes, comitiva Madeirense da Associação de desenvolvimento Comunitário do Funchal (ADCF) entre muitos outros. Refira-se que o apoio do Munícipio de Portimão, dirige-se sobretudo ao apoio logístico, da Humanitarius, mas que enquadrado, dentro de um contrato-programa, pretende a celebração de protocolos, com outros parceiros, nos domínios da Educação e Ambiente.

SEGUIDORES, TÊM APOIO DA ORGANIZAÇÃO

Aos poucos, "apaixonados" pela aventura, preparam-se, para acompanhar a III Expedição Solidária á Guiné. A grande dificuldade, esbarra no tempo de duração, que esta mega viagem demora ida e volta. Ao todo 21 dias.

Os custos não são avultados, a experiência é, pode-se dizer única, e quem tem uma viatura todo terreno, está facilitado. A grande paixão dos "seguidores" solidários, é encontrarem as belezas ímpares do deserto, num cenário de grandes sensações e emoções o contacto com outras realidades, culturas, tradições e místicismo. Embora estes acompanhantes de viagem, sigam um rumo aventura, independente da missão, o certo é, que se têm manifestado disponíveis a partilhar toda a grande experiência, de uma missão carregada de uma grande entrega, ajuda, e esperança ás populações mais isoladas da Guiné. A partida acontecerá dia 22 de Março, o regresso está previsto para dia 13 de Abril. A experiência da comitiva humanitária, permite dar toda a colaboração, apoio no roteiro, fronteiras, onde descansar e comer, no fundo estabelecer laços de companheirismo solidário, com quem pela primeira vez, se propõe a fazer cerca de 11 mil Km, desde o Algarve até á África negra e quente, e seu regresso. Todos aqueles, que já se mostraram interessados, em seguir a "Rota solidária", terão de confirmar sua presença, até ao dia 26 de Fevereiro, por motivos de produção de vistos de fronteira, para Mauritãnia e Guiné. A organização irá dentro de dias, publicitar o "Briefing", que acontecerá para organização geral da caravana. A Associação Humanitária, não publicará On-line o "Road Book", mas poderá ceder pessoalmente, a quem se mostrar interessado, via e-mail. Qualquer interesse adicional sobre a III Expedição Solidária Madeira-Algarve-Guiné, pode ser dada por telefone (ver barra lateral), ou por mail em geral@humanitarius.org ou geral.humanitarius@mail.com

"AZÁFAMA" DA SELECÇÃO PARA O EMBARQUE, COMEÇOU.

É por assim dizer, a altura mais movimentada de todo o processo.
Este "fado" da preparação dos contentores, mobiliza todos os anos, uma grande azáfama de pessoas e meios, para a selecção, separação, listagens e embalamento, de todas as doações entradas em armazem.
Apesar de muitas colaborações externas de pessoas voluntárias, este ano a Humanitarius, viu-se forçada a requisitar, meios humanos remunerados, para que fosse agilizada toda a tarefa de carregamento de caixas e equipamentos doados. Os prazos estão no limite, para o embarque dos contentores, e ainda não existem garantias de apoios financeiros que confirmem, a saída dos meios em armazem.
Esta poderá ser uma semana decisiva, apesar dos dias de carnaval, poderem parar o processo.
Mas...é quase sempre assim, daí a Humanitarius, considerar esta fase como o "Fado do contentor".
Em armazem, estão 4 toneladas de caixas com roupa de Senhora, Homem e Bebé, calçado para todas as idades, Berços, Carrinhos de bebé, Bicicletas, Lençois e atoalhados e milhares de Brinquedos.
Depois, vem o Material escolar e livros, que totalizam cerca de 2,5 toneladas.
Por último, o equipamento de saúde, com 18 toneladas de meios e suportes clínicos.
Dia 10 de Fevereiro, entrará no armazem, um TIR que transporta todo o equipamento doado pelo Hospital de Faro, com duas salas de apoio e diagnóstico médico.
Equipamento de Genecologia, de Oftálmologia e Otorrino.
Chegará também neste lote, mobiliário de apoio clinico hospitalar, berços de recém-nascidos entre muito outro material.